top of page
  • Advocacia Manhães de Almeida

Dia do Arquiteto e Urbanista: uma homenagem aos profissionais da área

Há uma vasta bibliografia dedicada a estudar os atributos mais comuns dos arquitetos, presentes no mundo da arquitetura. Em um desses livros, um dicionário (De Lucchi, Michele, Gli Atributi dell’architetto), encontramos cerca de 1.200 verbetes de atributos originados na experiência, na prática e na vida social e profissional dos arquitetos, com significados bem-humorados.

Identifiquei alguns desses atributos e escolhi 26, cada um iniciado com uma letra do alfabeto. Aí vão eles:


A - ARTISTA: normalmente localizado fora do mundo da ciência e a igual distância do mundo das Belas Artes. Ali está o arquiteto artista;

B - BRILHANTE: profissional que emite luz própria, mas que quando em excesso pode provocar danos aos seus clientes;

C - CRIATIVO: ser criativo qualifica o arquiteto em oposição a ser insignificante. Refere-se ao ato de criar, inventar. Criatividade em excesso pode provocar frustrações e, em casos mais graves, a paralisia intelectual;

D - DECORADOR: muitos rechaçam esse qualificativo, principalmente porque é usado quase sempre de forma depreciativa. Mas muitos arquitetos sabem que seria necessário dedicar-se a conhecer um pouco mais o significado desse atributo, decorador; E - EXCÊNTRICO: se o arquiteto é rico, ele é excêntrico. Se o arquiteto é pobre, ele é comumente chamado de louco; F - FANTÁSTICO: termo referido a virtudes imaginativas do profissional. É o arquiteto produtor de fantasias, que não necessariamente se relacionam com a realidade;

G - GENEROSO: arquiteto dotado de bondade altruísta às vezes confundida com nobreza de espírito, às vezes com desinteresse;

H - HIGH TECH: fascinado pela tecnologia, o arquiteto high tech é um profissional que se gaba de ter controle de todas as variáveis do projeto, embora nem todas funcionem muito bem;

I - IDEALISTA: é o arquiteto que pretende mudar o mundo, antes de ser mudado pelo mundo;

J - JUNGUIANO: arquitetos que se interessam em buscar, na construção da arquitetura, significados apontados por Carl Jung na relação entre a vida e a construção da consciência. Às vezes conseguem, às vezes não;

K - KITSCH: ultimamente arquitetos kitsch quase desapareceram, uma vez que o que se vê e o que se vende, hoje em dia , com o título de bom gosto, em geral se confunde com kitsch;

L - LUNÁTICO: é o arquiteto que inicialmente é triste, depois feliz, depois deprimido, depois raivoso, depois sentimental, depois angustiado, depois melancólico, depois ansioso, depois frustrado, depois sereno, depois apático, depois romântico, depois rancoroso, depois concentrado e que acaba estrangulado pelo cliente depois de dez mudanças de humor em apenas uma hora;

M - MEDIEVAL: o arquiteto que é ao mesmo tempo considerado iluminado, mas obscuro; inovador, mas tradicional; glorioso, mas trágico; feliz, mas desesperado;

N - NARCISISTA: é o arquiteto quando se olha no espelho;

O - OSCAR NIEMEYER: nenhum arquiteto gosta de ser confundido com ele, mas todos gostariam de ser confundidos com ele;

P - POÉTICO: é o arquiteto que se dedica a tudo aquilo que não se vende. É aquele que olha para a Lua, quando você está apenas lhe mostrando o próprio dedo;

Q - QUADRANGULAR: arquiteto de mentalidade rígida e aguda e que consegue disfarçar a sua dificuldade de se libertar do movimento racionalista criado há mais de 100 anos;

R - RADICAL CHIC: é uma das maneiras mais cruéis de qualificar um arquiteto, termo resultante dos exageros do capitalismo;

S – SILENCIOSO: é o arquiteto que está em silêncio arquitetando alguma coisa. Impõe respeito; T - TEATRAL: reconhecemos que o arquiteto teatral nos lembra que, na vida, precisamos de espetáculo. Sem exageros, porém;

U - UP TO DATE: arquiteto super atualizadíssimo. Acho que exagerei;

V - VINTAGE: a palavra “velho” entrou em desuso. Hoje em dia, usamos “arquiteto vintage”. Não há nada pior;

W - WIRELESS: há pouco tempo, não sabíamos nem mesmo o que esse atributo significava. Hoje, nós arquitetos somos todos wireless;

X - XENÓFOBO: é o arquiteto que tem medo de tudo aquilo que é diferente. Mas, considerando que somos todos diferentes, o xenófobo vive uma vida de terror contínuo;

Y - YANKEE: é um arquiteto extremamente americano. Reverência principalmente a cidade de Miami, capital da América Latina do Norte;

Z - ZODIACAL: é o arquiteto que, antes de qualquer gesto, consulta o horóscopo do seu cliente, para saber onde estará pisando. As respostas são quase sempre insatisfatórias. Murmura que o cliente é de escorpião, mas leva jeito de ser de gêmeos.”


Por Carlos Augusto Mattei Faggin, Arquiteto e Urbanista, atual presidente do CONDEPHAAT.


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Os condomínios são tidos como espaços seguros, harmônicos e tranquilos. No entanto, por se tratar de um ambiente que abriga diversas pessoas, os conflitos são mais recorrentes do que imaginamos. De a

bottom of page